Posts Tagged “Casas Astrológicas”

 

 

Texto retirado do livro Astrologia Cristã de William Lilly

 

Texto gentilmente cedido por Maria Carlota Machado Mendes, QHP

 

Conforme foi dito, há doze signos e também doze casas do céu, de forma que vamos agora referir a natureza dessas doze casas; o seu conhecimento é tão necessário que aquele que aprenda a natureza dos planetas e signos sem o exacto julgamento das casas é como um homem imprevidente que se abastece de uma variedade de objectos para casa, não tendo lugar para os colocar.

Não há nada que diga respeito à vida do homem neste mundo que de uma forma ou de outra não tenha relação com uma das doze casas do céu e, tal como os doze signos dizem respeito aos diferentes membros do corpo humano, assim também as doze casas representam não só as várias partes do ser humano, mas também os seus actos, qualidade de vida e vivência, e a curiosidade e o critério dos nossos antepassados na astrologia era tal, que deram a cada casa um significado particular, e assim distinguiram os acontecimentos humanos através das doze casas, de forma que àquele que entenda as perguntas pertencentes a cada uma delas não faltarão suficientes bases sobre as quais julgar ou dar uma resposta razoável sobre qualquer eventual incidente e sobre o seu sucesso.

 

      

 

      Da primeira casa e do seu significado

 

A primeira casa contém toda a parte do céu desde a linha em que o número um se encontra, até ao número dois, em que começa a segunda casa.

Tem significação sobre a vida do homem, a sua estatura, cor, tez, forma e feitio daquele que faz a pergunta, ou que nasceu; nos eclipses e grandes conjunções, e aquando do ingresso anual do Sol em Carneiro, significa o povo, ou o estado geral do país onde a figura foi levantada.

E como é a primeira casa, representa a cabeça e o rosto do homem, de forma que se Saturno, Marte ou o Nó Sul estiverem nessa casa, quer no momento da pergunta, quer no momento do nascimento, observar-se-á algum defeito na cara, ou no membro correspondente ao signo que está então na cúspide da casa; assim, se Carneiro estiver no ascendente, a marca, verruga ou cicatriz está com certeza na cabeça ou na cara; e se ascendem poucos graus do signo, a marca está na parte superior da cabeça; se o meio do signo estiver na cúspide, a verruga, marca ou cicatriz está no meio da cara ou perto dela; se ascendem os últimos graus, a cara está marcada perto do queixo, junto ao pescoço. Isto verifiquei ser verdadeiro em centenas de exemplos.

Das cores, pertence-lhe o branco; ou seja, se um planeta estiver nesta casa, que tem o significado de branco, a tez da pessoa é mais pálida, branca ou sem cor; ou se se pergunta sobre a cor das roupas de qualquer homem, se o seu significador estiver na primeira casa, e num signo correspondente, a roupa da pessoa é branca ou cinzenta, ou próxima dessa cor, o mesmo acontecendo se a pergunta for sobre gado; quando os seus significadores se encontram nesta casa, denotam que são dessa cor ou próxima. A casa é masculina.

Os co-significadores desta casa são Carneiro e Saturno; pois tal como esta casa é a primeira casa, assim também Carneiro é o primeiro signo e Saturno o primeiro dos planetas, e portanto quando Saturno está apenas moderadamente bem fortificado nesta casa, e em aspecto benevolente com Júpiter, Vénus, Sol ou Lua, promete uma boa e sóbria constituição física e normalmente longa vida; Mercúrio tem também alegria nesta casa, porque ela representa a cabeça e ele a língua, a imaginação e a memória; quando está bem dignificado e posicionado nesta casa, produz bons oradores; é chamada o ascendente, porque quando o Sol chega à cúspide desta casa, ascende ou levanta-se e toma-se visível no nosso horizonte.

 

Perguntas respeitantes à segunda casa

 

Desta casa pede-se julgamento respeitante ao património ou fortuna daquele que faz a pergunta, à sua riqueza ou pobreza, a todos os seus bens móveis, dinheiro emprestado, ao lucro ou ganho, perda ou prejuízo; em processos legais, significa os amigos ou ajudantes da pessoa; em duelos privados, os padrinhos do querente; num eclipse ou grande conjunção, a pobreza ou a riqueza do povo; na entrada do Sol em Carneiro, representa as munições, os aliados e o apoio que o Estado receberá; indica as suas reservas.

Num ser humano, representa o pescoço e a sua parte posterior até aos ombros; nas cores, o verde.

Assim, se alguém perguntar sobre qualquer coisa especificada acima como desta casa, deve-se procurar o significado a partir dela. É uma casa feminina e sucedente, chamada por alguns autores latinos Anaphora.

Tem como co-significadores Júpiter e Touro; pois se Júpiter estiver colocado nesta casa, ou for seu regente, é indicação de património ou fortuna; o Sol e Marte nunca estão bem posicionados nesta casa, qualquer deles mostrando dispersão de bens, conforme a capacidade e a qualidade daquele que nasce ou que faz a pergunta.

 

A terceira casa

 

Significa os irmãos, irmãs, primos ou familiares, vizinhos, pequenas viagens, ou viagens por terra, mudanças frequentes de um lugar para outro, epístolas, cartas, rumores, mensageiros. Rege os ombros, braços, mãos e dedos.

Das cores, governa o encarnado e o amarelo, ou castanho encarniçado. Tem como co-significadores o signo de Gémeos e o planeta Marte, que é uma razão porque Marte nesta casa, a não ser que esteja junto a Saturno, não está muito desafortunado; é uma casa cadente e é a alegria da Lua, pois se ela lá estiver posicionada, especialmente num signo cardeal, é indicação de muitas viagens para aqui e para ali, ou de que raramente se estará parado. A casa é masculina.

 

A quarta casa

 

Dá julgamento sobre os pais em geral, e sempre sobre o pai de quem pergunta; sobre terras, casas, edifícios, heranças, o cultivo da terra, tesouros escondidos, a decisão ou o final de qualquer coisa; todas as antigas habitações, jardins, campos, pastagens, pomares; a qualidade e natureza dos terrenos que a pessoa compra, se são vinhas, campos de milho, etc., diz se o terreno será florestado, pedregoso ou estéril.

O signo na quatro denota a cidade, o seu regente representa o governador. Rege o peito e os pulmões.

Das cores, o encarnado. O seu co-significador é Caranguejo e o planeta Sol; chamamos-lhe o ângulo da terra, ou Imum Coeli; é feminino e é o ângulo Norte. Nas natividades ou perguntas, esta quarta casa representa o pai, tal como o Sol durante o dia e Saturno durante a noite; contudo, se o Sol lá estiver colocado, não está mal, mostrando antes que o pai tem uma nobre disposição, etc.

 

A quinta casa

 
Por esta casa julgamos sobre os filhos, as embaixadas, o estado de uma mulher grávida, os banquetes, as cervejarias, tabernas, divertimentos, mensageiros ou agentes de repúblicas; sobre o património do pai, as munições de uma cidade sitiada; se a mulher grávida dará à luz uma pessoa do sexo masculino ou feminino; da saúde ou doença do filho ou filha daquele que faz a pergunta.

Rege o estômago, fígado, coração, costelas e costas, e é masculina.

Das cores, o preto e o branco, ou a cor de mel, e é uma casa sucedente; os seus co-significadores são Leão e Vénus, que tem a sua alegria nesta casa, por ser a casa do prazer, deleite e divertimento; é completamente desafortunada por Marte ou Saturno, e estes lá colocados mostram filhos desobedientes e perversos.

 
A sexta casa

 
Diz respeito aos criados e criadas, escravos, porcos, ovelhas, bodes, lebres, coelhos, todo o tipo de gado menor e o lucro ou perda deles resultante; à doença, a sua qualidade e causa, o humor principal que a provoca, se tem cura ou é incurável, se a doença será curta ou longa; jornaleiros, rendeiros, lavradores, pastores, guardadores de porcos, vaqueiros, guardas de caça; e significa tios ou irmãos e irmãs do pai.

 
Rege a parte inferior da barriga e intestinos até às nádegas; esta casa é feminina e cadente, desafortunada por não fazer aspecto ao ascendente.

Das cores, o negro. Marte alegra-se nesta casa, mas o seu co-significador é o signo Virgem e o planeta Mercúrio; geralmente verificamos que Marte e Vénus em conjunção nesta casa são indicações de um bom médico.

 
A sétima casa

 
Dá julgamento sobre o casamento e descreve a pessoa sobre quem se pergunta, quer seja homem ou mulher, todo o tipo de perguntas de amor, os nossos inimigos públicos; o arguido num processo litigioso, na guerra define a parte oposta; todas as desavenças, duelos, processos legais, na astrologia o próprio artista; na medicina o médico; ladrões e roubos; a pessoa que rouba, quer seja homem ou mulher, esposas, namoradas; o seu aspecto, descrição, condição, nobre ou ignobilmente nascidas; num ingresso anual, se se deve esperar guerra ou paz; da vitória, quem vence e quem perde; fugitivos, homens banidos ou fora da lei.

Tem como co-significadores Balança e a Lua; Saturno ou Marte desafortunados nela, indicam desventura no casamento.

Da cor, uma cor negra escura.

Rege as ancas, e do umbigo às nádegas; é chamada o ângulo do ocidente e é masculina.

 
A oitava casa

 
O património de homens falecidos, a morte, a sua qualidade e natureza; as últimas vontades, legados e testamentos de homens falecidos; dote da mulher, dote da donzela, quer seja muito ou pouco, de obtenção fácil ou difícil. Nos duelos representa o padrinho do adversário; nos processos legais, os amigos do arguido. Que tipo de morte terá um homem. Significa medo e angústia mental. Quem usufruirá ou será herdeiro do falecido.

Rege as partes privadas. Das cores, o verde e o preto.

Dos signos, tem Escorpião e Saturno como co-significadores, as hemorróidas, os cálculos renais, a estrangúria, os venenos e a bexiga são regidas por esta casa; é uma casa sucedente e feminina.

 
A nona casa

 
Por esta casa damos julgamento sobre as viagens ou longas travessias além-mar, sobre homens religiosos, ou clérigos de qualquer tipo, quer sejam bispos ou sacerdotes inferiores; sonhos, visões, países estrangeiros, livros, estudos, subsídios da Igreja ou benefícios eclesiásticos, colações; sobre os familiares da mulher da pessoa, & sic e contrario.

Das cores, pertencem-lhe o verde e o branco.

No corpo humano, rege as nádegas, as ancas e as coxas, Sagitário e Júpiter são co-significadores desta casa, pois se Júpiter lá estiver colocado, significa naturalmente um homem devoto na sua religião, ou alguém dado à modéstia; tenho frequentemente observado que quando a Cauda do Dragão, ou Marte, ou Saturno estão desafortunadamente colocados nesta casa, o querente é pouco melhor do que um ateu, ou um fanático furioso; o Sol rejubila nesta casa, que é masculina e cadente.

 
A décima casa

 
Geralmente personifica reis, príncipes, duques, condes, juízes, oficiais superiores, comandantes em chefe, quer de exércitos ou de cidades; todo o tipo de magistrados e oficiais de autoridade, mães, honra, promoção, dignidade, posição, advogados; a profissão ou ofício que qualquer pessoa tem; significa reinos, impérios, ducados, províncias.

Pertencem-lhe as cores encarnada e branca e rege os joelhos e as coxas.

É chamado o Medium Coeli, ou meio-do-céu e é feminino. Os seus co-significadores são Capricórnio e Marte; tanto Júpiter como o Sol afortunam muito esta casa quando lá estão posicionados, Saturno e o Nó Sul geralmente negam honra a pessoas de distinção ou dão escasso apreço público a uma pessoa comum e pouca alegria na sua profissão, ofício ou mister, se for um artífice.

 
A casa onze

 
Representa naturalmente os amigos e a amizade, a esperança, a confiança, a segurança, o louvor ou a crítica de qualquer pessoa; a fidelidade ou a falsidade dos amigos; quanto aos reis, personifica os seus favoritos, conselheiros, servidores, os seus associados ou aliados, o seu dinheiro, finanças ou tesouro; representa cortesãos, etc. num Estado governado por uns poucos Nobres e Comuns, personifica a sua ajuda no Conselho; assim, em Londres a casa dez representa o Lord Mayor; a onze o Conselho dos Comuns; o ascendente representa a generalidade do povo da dita cidade.

Dos membros, rege as pernas até aos tornozelos.

Das cores, rege o açafrão ou amarelo.

Tem o signo Aquário e o planeta Sol como co-significadores; Júpiter rejubila especialmente nesta casa; é uma casa sucedente e masculina e em virtude é equivalente à sétima ou quarta casas.

 

A casa doze

 
Significa os inimigos ocultos, bruxas, grande gado, tal como cavalos, bois, elefantes, etc. Tristeza, tribulação, encarceramento, todo o tipo de aflições, destruição da própria pessoa, etc., e significa aqueles homens que maldosamente minam os seus vizinhos, ou informam secretamente contra eles.

Tem como co-significadores Peixes e Vénus; Saturno alegra-se muito nessa casa, pois Saturno é naturalmente o autor de desgraças; e rege os pés no corpo humano.

Na cor representa o verde.

É uma casa cadente, feminina, e por vezes vulgarmente chamada Cataphora, como se pode chamar a todas as casas cadentes. Este é o verdadeiro carácter das várias casas, de acordo com a doutrina Ptolomaica, e a experiência que eu próprio tenho tido durante vários anos. Devo confessar que os Árabes fizeram várias outras divisões das casas, mas na minha prática nunca pude verificar qualquer veracidade nelas, portanto não digo nada sobre elas.

 

 ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦

 

Astrologia Cristã em português disponível em – BIBLIOTECA SADALSUUD

 

Astrologia Cristã, tradução M.C.M.M., QHP – Edição BIBLIOTECA SADALSUUD

 

♦♦♦♦♦♦

 

Copyright © Paulo Alexandre Silva. Todos os direitos reservados.

 

Etiquetas:, ,

Comments Sem Comentários »